SAÚDE MENTAL NA JUVENTUDE

A juventude, de forma geral, decorre entre os 12 e os 30 anos, sendo uma etapa única na vida de qualquer pessoa. Inicia-se com a adolescência, a partir dos 10 e até aos 19 anos e envolve múltiplas mudanças físicas, emocionais e sociais.

Todas estas mudanças e adaptações podem gerar uma grande carga física e mental, com as quais precisas de aprender a lidar e a ultrapassar de forma positiva e construtiva.

A forma como lidas com esta fase e com os seus desafios tem efeito no teu desenvolvimento e bem-estar físico e mental. Este pode ser um momento em que podes assumir novos papéis gratificantes e desafiadores, mas também podes ter momentos de grande stresse, podendo acarretar diferentes níveis de sofrimento mental.

Segundo os estudos, é nesta fase da vida que podem surgir os primeiros sinais/traços indicadores de perturbação mental, sendo muito importante investires na tua saúde mental.

A Saúde Mental é mais do que a ausência de sintomas, de sofrimento ou de perturbações mentais.

É um estado de bem-estar em que consegues usar todas as tuas competências e capacidades para lidar com os problemas do dia-a-dia e resolvê-los de forma adequada.

É algo que utilizas no teu dia-a-dia e é influenciada pelas tuas vivências nos diferentes contextos que te rodeiam, como a escola, a família e a comunidade. Uma vivência positiva e segura, livre de violência, abuso e exclusão e baseada em confiança e segurança é um forte protetor da tua saúde mental e da tua capacidade para participar ativamente na tua própria construção interna e externa e do mundo em teu redor.

Em termos gerais, pode-se dizer que a promoção da saúde mental pretende reduzir os fatores que põem em causa o teu bem-estar e fortalecer os fatores que suportam o teu bem-estar e a saúde. 

Neste momento promoção e prevenção na área da saúde mental são vistas como as duas faces da mesma moeda, com o objetivo de aumentar a capacidade comportamental dos/as jovens para lidar com os desafios da vida com o mínimo de efeitos nocivos e, ao mesmo tempo, maximizar o seu bem-estar, autorrealização e envolvimento social.

Na sociedade atual são inúmeros os fatores psicossociais que podem despoletar o sofrimento psicológico e os desvios no desenvolvimento psicoafectivos dos/as jovens, e estes são assuntos altamente importantes de se discutir. 

Alterações na tua saúde mental podem ter implicações negativas e crescentes no teu funcionamento diário, no sucesso escolar, na tua estabilidade profissional e no teu funcionamento social e familiar.

Para apoiares o teu bem-estar mental tenta adotar padrões de sono saudáveis, fazer exercício físico regular, desenvolver formas de enfrentar e resolver desafios com outros/as e aprender a gerir as emoções. Na escola, em casa e na comunidade, tenta criar um ambiente que te seja protetor, e quando isso não for possível, pede ajuda a um/a profissional.